sábado, 12 de maio de 2012

Um bom exemplo de cidadania

Recebi uma carta de um cidadão brasileiro indignado com a atual política econômica. Ele não é formado em economia, mas mostra que tem noção do assunto dando um show conceitual na equipe econômica do governo, por um motivo simples: é o dinheiro dele e de muitos brasileiros que os planejadores do estado passam a mão mudando as regras de rendimento todos os dias das aplicações, por uma política totalmente fora de uma lógica de mercado.

Esta carta é uma verdadeira forma de cidadania e que deve muito ser valorizada. Ele encaminhou à Presidenta. Por isso, eu inicio a campanha: LEIA E FAÇA ALGO DECENTE, DILMA!

Perceba, ao final, que ele votou na Presidenta, assim como muitos brasileiros, confiando nas garantias dadas por essa equipe econômica atual.

Boa leitura!

“Vossa Excelência,

Estou preocupado com meu futuro econômico, visto que:

· A mais de dois anos o meu reajuste salarial (definido por dissídio coletivo da categoria, negociado pelo SINDPD), tem acumulado perdas, principalmente se comparado ao reajuste do salário mínimo.

· O pouco que consigo economizar, não rende nada. Agora menos ainda.

· A SELIC cai, mas o spread não. Mesmo com os anúncios de quedas nos juros, feitos pelos bancos federais, no meu caso o Banco do Brasil, ficam apenas em propagandas. Para exemplificar, a taxa cobrada de mim, caso utilize o limite de cheque especial da conta, permanece acima de 8% ao mês. Felizmente tenho reservas e não o necessito.

· Ao surgir oportunidade de adquirir bens de melhor qualidade que os oferecidos pela indústria brasileira, vêm o protecionismo aumentar o imposto dos mesmos. Assim, nossa indústria continua produzindo produtos de baixa qualidade e ainda aumentam o valor cobrado, já que a concorrência não existe. O governo, por exemplo, nunca o vi usar os carros (paus de arara) nacionais. Se o protecionismo é uma boa alternativa, não deveria vir daí o exemplo?

Não julgue por desaforo, mas o que devo fazer?

· Consumir minhas reservas, endividando-me, e entrar para o time dos inadimplentes;

· Largar meu emprego e me apoiar nos benefícios do governo, que devem me render um bom dinheiro, sem que eu faça nada;

· Passar a sonegar imposto, melhorando assim a disparidade entre os reajustes salariais e a inflação;

· Ou apenas fingir que não estou vendo a política econômica de nosso país me deixar cada vez mais pobre.

Socorro Presidenta! Preciso saber o que vai ser de meu futuro.

Obrigado pelo canal para me desabafar!

Atenciosamente.

Um de seus eleitores,

Wesley Chrystie”

2 comentários:

Marcos Paulo disse...

Off Topic

Sergio,

Após a aprovação da Lei de Acesso a informação (12.527) veja quanta informação interessante a respeito da remuneração dos funcionários públicos foi disponibilizada no sítio da CGU: http://www.cgu.gov.br/acessoainformacao/servidores.asp

Marcos

Sérgio Ricardo disse...

Eu vi Marcão.

Agora, eu tenho ressalvas a fazer com essa lei.

Por que não publicar apenas o montante pago com os salários e a faixa salarial das carreiras?

Divulgar o nome dos servidores, como se vem discutindo, é tolher a liberdade individual e o direito a privacidade de informações.

Tem muitos pontos a serem analisados com essa lei.

Abraço.
Sérgio Ricardo